Quem Somos

A ZR Consultoria é uma empresa especializada em consultoria empresarial, voltada para o gerenciamento, planejamento e Curso de Gestão Financeira, além de prestar serviços de Controladoria, Auditoria e ….. Continue lendo…

CONTATOS

Endereço: Alameda Santos 200, 1º Cj. 11
Cep: 01418-000 | São Paulo – SP
Telefone:  (11) 5071-1391
Email:
cotato@zrconsultoria.com.br

A falência da Matriz Energética Brasileira

matriz energética

Navegue por tópicos!

O plano de crescimento e desenvolvimento da matriz energética brasileira apresenta equívocos que podem comprometer o fornecimento de energia, principalmente considerando o aumento do PIB e da produção nas indústrias.

A energia elétrica que chega nas casas, comércios, indústrias e na iluminação urbana é fruto de um planejamento energético que leva em conta, primeiramente, a disponibilidade dos recursos naturais. É preciso também que o modelo de matriz energética seja adaptável aos avanços tecnológicos e às mudanças econômicas de um país.

A matriz energética brasileira é uma das poucas matrizes mundiais basicamente composta por energia limpa: quase 50% do total da energia utilizada no país tem origem nas fontes renováveis, especialmente pelos extensos rios caudalosos. No ano de 2013, por exemplo, 68,6% dos mais de 570 mil gigawatts-hora (GWh) de energia produzidos provinham das usinas hidrelétricas instaladas em diversas regiões.

Usinas termelétricas dando suporte às hidrelétricas

A partir da crise energética de 2001, as usinas termelétricas começaram a ter destaque também. Em 2014, elas supriram 25,6% do fornecimento de energia para diferentes setores, dando um suporte à produção das hidrelétricas. Produção essa que foi drasticamente reduzida em razão dos longos e frequentes períodos de estiagem das chuvas, com consequente diminuição dos níveis dos rios.

Apesar de toda a infraestrutura criada com o Sistema Integrado Nacional (SIN), que faz uso de diferentes fontes (térmicas, hidrelétricas, termonucleares, solares e eólicas) e ter mais de 133 GW de capacidade instalada, um problema chama a atenção dos especialistas. Os apagões de energia são cada vez mais constantes e poderão representar um grave problema ao setor produtivo brasileiro em um futuro próximo.

O plano de crescimento e desenvolvimento da matriz energética brasileira apresenta equívocos que podem comprometer o fornecimento de energia, principalmente considerando o aumento do PIB e da produção nas indústrias.

Crise energética no Brasil: início dos apagões

O tempo médio – medido em horas – que um consumidor fica sem energia elétrica no Brasil ultrapassa, a cada ano, os índices de países desenvolvidos, como Estados Unidos, Reino Unido e França. De acordo com um estudo da Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição da Aneel, o consumidor no Brasil passou, em média, 18,27 horas sem energia elétrica no ano de 2013.

Em janeiro de 2014, o instituto Acende Brasil divulgou um documento chamado “Aprimoramentos para o Setor Elétrico”, onde apontou quais são os problemas identificados na atual gestão energética

As falhas no planejamento de expansão podem ameaçar o suprimento de energia no futuro, tendo em vista que as indústrias – investidoras nas tecnologias digitais que promovem maior competitividade e ganhos de escalabilidade de produção – precisam da energia para potencializar sua cadeia produtiva.

À medida que os apagões se tornam constantes, a implantação de novos empreendimentos é afetada. Apenas uma pequena parte dos empreendimentos consegue entrar operação dentro da data prevista.

Possíveis soluções para evitar os apagões e os prejuízos à indústria

Para alguns integrantes da cúpula política brasileira, a redução da burocracia no setor de energia possibilitaria dar andamento às dezenas de projetos de expansão que atualmente estão em atraso.

Será necessário, igualmente, promover estímulos à diversificação da matriz energética e reduzir a dependência das chuvas para encher as reservas. A energia renovável, proveniente dos ventos e do sol, deve ser melhor incentivada com projetos integrados ao macroplanejamento.

Contudo, as próprias empresas também podem construir soluções de curto e médio prazos, com planos de gestão internos que tenham por objetivo maximizar a produção e otimizar o uso de energia.

Precisando de auxílio de consultores especializados em gestão financeira, fluxo de caixa e gestão de custos? Fale com a ZR Consultoria. Nós temos os melhores profissionais para indicar os melhores caminhos! Entre em contato

José Rubens Alvarez
José Rubens Alvarez

José Rubens Alvarez é um economista especializado em controladoria e Curso de Gestão Financeira. Atualmente é o sócio/administrador da ZR Consultoria.

Falar com Consultor
Como lidar com clientes inadimplentes?
Blog

Como lidar com clientes inadimplentes?

Todo empresa, em praticamente todo segmento, tem alguns clientes inadimplentes. Pode parecer exagerado, mas se a inadimplência ainda não atingiu sua empresa, um dia ela

O que é uma auditoria Contábil?
Blog

O que é uma auditoria Contábil?

A gestão eficiente da contabilidade de uma empresa é fundamental para organizar e manter a saúde financeira dos negócios. Por isso, a auditoria contábil é