Quem Somos

A ZR Consultoria é uma empresa especializada em consultoria empresarial, voltada para o gerenciamento, planejamento e Curso de Gestão Financeira, além de prestar serviços de Controladoria, Auditoria e ….. Continue lendo…

CONTATOS

Endereço: Alameda Santos 200, 1º Cj. 11
Cep: 01418-000 | São Paulo – SP
Telefone: 11 5071-1391
Email:
cotato@zrconsultoria.com.br

Por que o Brasil pratica os Juros Compostos enquanto o restante do mundo trabalha com Juros Simples?

CONSULTORIA FINANCEIRA

Diante da excrescência dos juros praticados no Brasil, vão aqui algumas reflexões.

Por que o Banco Central mantém a prática de juros compostos praticados no Brasil?

A resposta é simples: para manter a estratosférica e irresponsável lucratividade dos bancos nacionais e dos aportados aqui, que, antipatrioticamente, estão na contramão da realidade brasileira.

Agora seria o momento do Brasil ter o dinheiro mais barato, para que as empresas e os demais setores da economia pudessem investir em seus negócios, gerando assim mais empregos e, consequentemente, mais renda para as famílias.

Para baratearmos o dinheiro, nesse primeiro momento, basta um gesto do Banco Central brasileiro: impor a cobrança de juros simples às instituições financeiras brasileiras e às aportadas no Brasil.

A grande maioria dos bancos do mundo trabalha com juros simples, e nem por isso deixa de gerar lucro suficiente para manter as suas operações. Exemplos disso são o JP Morgan, Bank of America e Wells Fargo, entre outros. É vergonhoso que quatro banqueiros nacionais detenham 33% do PIB Brasileiro.

Se as instituições financeiras concorressem entre si, talvez o dinheiro ficasse mais barato, mas todo o mercado brasileiro sabe que os bancos são o maior cartel que existe em nossa economia. Apesar de a prática de cartel ser proibida pela nossa Constituição, isso não importa para os nossos banqueiros em função do poder de fogo que possuem.

Perguntem então: por que o poder público não se manifesta sobre esse tema? Isso merece uma resposta…

Se operássemos com juros simples, os financiamentos seriam mais baratos e controláveis pelos usuários, diferentemente dos juros compostos que exponencialmente são praticados em nossos dias. Os juros praticados nos cartões de crédito anualizados somam em torno de 500% ao ano. E o cheque especial então??!! – nem pensar.

A desculpa de que os bancos “quebrariam” se isso acontecesse é falaciosa. Na verdade, é que os nossos “patrióticos” banqueiros não conseguiriam ganhar tanto quanto ganham agora.

Ninguém é contra o lucro sadio; isto é o que buscam todos os empreendedores em seus negócios. Mas a lucratividade atual dos bancos se torna vergonhosa diante da realidade brasileira.


Voltar para o blog

José Rubens
José Rubens

José Rubens Alvarez é um economista especializado em controladoria e Curso de Gestão Financeira. Atualmente é o sócio/administrador da ZR Consultoria.

Falar com Consultor
× Falar com Consultor Empresarial