Quem Somos

A ZR Consultoria é uma empresa especializada em consultoria empresarial, voltada para o gerenciamento, planejamento e Curso de Gestão Financeira, além de prestar serviços de Controladoria, Auditoria e ….. Continue lendo…

CONTATOS

Endereço: Alameda Santos 200, 1º Cj. 11
Cep: 01418-000 | São Paulo – SP
Telefone: 11 5071-1391
Email:
cotato@zrconsultoria.com.br

Pequeno empresário: o que é melhor renda fixa ou previdência privada?

renda fixa ou previdência privada

Ter o próprio negócio é o propósito de vida de muitas pessoas que, diariamente, decidem empreender. Contudo, tornar-se um pequeno empresário requer muito planejamento financeiro e boas doses de gestão econômica.

A gestão econômica, por exemplo, se faz necessária não somente pelo aspecto da gestão empresarial. Assim, ela se aplica – especialmente – à forma como cada pequeno empresário lida com o dinheiro e faz reservas para o futuro.

Vale lembrar que os números sobre aposentadoria no País não são nada animadores. De acordo com pesquisas, mais de 80% dos brasileiros não planeja sua aposentadoria. E, do total de beneficiários atuais, 66% recebem menos de um salário mínimo.

Em um cenário de imprevisibilidade previdenciária, a pergunta é: como você se prepara o futuro? O pagamento de INSS é uma opção de investimento, mas não é a única.

Por isso, a ZR Consultoria Financeira empresarial pretende explicar neste post outras formas de investimento, que podem ser mais rentáveis e, inclusive, mais seguras a longo prazo se comparadas à Previdência Social.

Gestão econômica com renda fixa ou Previdência Privada

Dentre as opções de aplicações disponíveis atualmente no Brasil estão a renda fixa e a previdência privada. Ambas têm suas vantagens e desvantagens e, sobretudo, atendem a necessidades específicas. Decerto, nada impede que um pequeno empresário distribua investimentos nos dois modelos.

No entanto, é válido conhecer mais a fundo as peculiaridades de cada um, o que pode ajudar a escolher o melhor investimento, de acordo com a melhor ocasião. Aliás, esta é uma boa estratégia para ter uma aposentadoria garantida e uma velhice mais tranquila.

O que é renda fixa

De uma forma simples e resumida, a renda fixa é o tipo de investimento no qual o indivíduo aplica seu dinheiro em instituições privadas ou públicas.

No caso das instituições públicas, o investimento é feito em forma de compra de títulos. Então, essa aplicação funciona como uma espécie de “empréstimo” aos bancos. O dinheiro é capitalizado com acréscimo de juros, sendo “devolvido” ao cliente.

É possível observar esse tipo de operação nas cadernetas de poupança, nas aplicações de Tesouro Direto e CDBs (Certificado de Depósito Bancário). O mesmo ocorre com investimentos em letras de câmbio, Letras de Crédito Imobiliário/do Agronegócio (LCI/LCA) e Certificados de Recebíveis Imobiliários/do Agronegócio (CRI/CRA).

Uma das maiores vantagens da renda fixa é sua alta liquidez, uma vez que seu resgate é diário. Outro ponto positivo é que a renda fixa é protegida pelo Fundo Garantidor de Créditos. Ou seja, caso a  instituição financeira entre em falência, o cliente é ressarcido em até R$ 250 mil por CPF.

Além disso, aplicações como poupança, LCI e LCA são isentos de Imposto de Renda. Por outro lado, esse tipo de investimento também tem sua desvantagem: a baixa rentabilidade em momentos de alta inflação.

Previdência Privada: como o pequeno empresário pode se beneficiar

Regulada pela SUSEP – Superintendência dos Seguros Privados, a previdência privada também é uma forma aposentadoria, só que complementar à previdência social. Esse tipo de aplicação é feito tanto em instituições bancárias privadas e públicas, como por seguradoras.

Atualmente, existem dois tipos de planos de previdência oferecido pelas seguradoras: VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) e o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). A vantagem da previdência privada é que o contribuinte paga o quanto desejar e pelo tempo que definir.

Além disso, ao final do período de contribuição, quem contribui dessa forma pode optar por receber em parcelas mensais ou de uma única vez.  Igualmente, quem paga previdência privada pode migrar seus recursos para outro plano, de qualquer outra instituição.

Contudo, como sempre há desvantagens, a previdência privada não tem resgate antecipado vantajoso. Em contraste com investimentos de até 2 anos, que sofrem desconto de 35% de IR, os investimentos com mais de 10 anos são incididos por apenas 10% de Imposto de Renda.

Como se pode ver, renda fixa e previdência privada tem pontos fortes que devem ser levados em conta pelo pequeno empresário.

Para saber qual dessas modalidades melhor se encaixa em sua atual situação  financeira e em suas expectativas de longo prazo, fale com um especialista da ZR Consultoria Financeira!

Temos os profissionais mais experientes do mercado para atendê-lo e tirar suas dúvidas. Entre em contato conosco!

José Rubens
José Rubens

José Rubens Alvarez é um economista especializado em controladoria e Curso de Gestão Financeira. Atualmente é o sócio/administrador da ZR Consultoria.

Falar com Consultor
× Falar com Consultor Empresarial